Higienização e limpeza hospitalar, mitos e verdades

A superação dos desafios do Hospital Geral Público de Palmas em relação à higiene e limpeza hospitalar é o tema abordado no artigo de Lafaete Teixeira Junior e Ivete Silveira Borges, colaboradores da Pró-Saúde Tocantins.

“Os usuários e os profissionais do SUS tendem a apontar a falta de produtos e de funcionários como causa determinante da baixa qualidade dos serviços hospitalares ofertados, dentre eles a higienização e limpeza” admitem os autores. Mas alertam: “analisando-se esta questão sob a ótica de mitos e verdades, é possível afirmar que se trata de um mito, sobretudo quando se coloca o tópico ‘qualidade’ no âmbito complexo da gestão dos serviços públicos de saúde”.

Confira o artigo: [prettyfilelink src=”http://prosaudetocantins.org/wp-content/uploads/2012/08/Artigo-Lafaete.doc” type=”doc”]Artigo Lafaete[/prettyfilelink]

 

 

 


 

 

 

 

3 ideias sobre “Higienização e limpeza hospitalar, mitos e verdades

  1. Allan Lobo

    Como coordenador operacional dos hospitais da capital do Tocantins, Miracema e Materno Infantil de Porto Nacional, fico orgulhoso de ter uma equipe de profissionais preparados e dedicados, que com profissionalismo e conhecimento técnico deixarão um legado a saúde pública deste maravilhoso estado.

  2. Lafaete

    Eu como membro de sua equipe de profissionais posso dizer que também temos orgulho de ter um coordenador com o conhecimento técnico como o seu, o que nos ajuda muito no dia-a-dia nos hospitais.
    Esperamos ter deixado algum legado para o crescimento do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*