Arquivo da tag: Terceiro Setor

Confira: Pró-Saúde apresenta painel em Fórum de Saúde na Bahia

“Soluçōes para Maior Resolutividade e Economicidade para Entidades Filantrópicas”. Esse foi o tema apresentado nesta quinta-feira (13/09) pelo diretor Operacional da Pró-Saúde, Duberney Rocha Marco, durante painel no Fórum Nordeste de Gestão em Saúde, que está sendo realizado no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador (BA), no período de 12 a 14 de setembro. Também participam do Fórum o diretor administrativo da Pró-Saúde na Bahia, Carlos Alberto de Lima Pinto; o consultor Hailton Raymundo Santos; e o gerente de Novos Negócios, Evandro Octávio Antunes.

Com o tema central “Tendências e Perspectivas para a Saúde no Nordeste”, o Fórum reúne profissionais de diversos setores da área de todas as regiões do país. O objetivo é promover o encontro dos segmentos público, privado e do Terceiro Setor em painéis que estão discutindo as atribuições de cada um na assistência à saúde da população, além de propiciar a troca de conhecimento e experiências em saúde pública.

Duberney Rocha Marco fez, em sua palestra, uma explanação geral sobre o cenário de atuação das instituições filantrópicas na área da saúde pública. Falou das principais dificuldades enfrentadas pelo segmento das filantrópicas, de como as entidades privadas com fins lucrativos atuam nesse mercado e apresentou experiências de gestão bem sucedidas desenvolvidas pela Pró-Saúde nas diversas unidades que administra no país.

Segundo o diretor operacional da Pró-Saúde, os problemas enfrentados por uma  empresa privada que presta serviços para o SUS são muito semelhantes aos de uma entidade filantrópica. “Isso mostra que é possível ser filantrópico e ter resultados importantes. Não é fácil, é preciso muito trabalho, profissionalismo e capacitação. É importante que o gestor entenda que o investimento na profissionalização é o diferencial que vai fortalecer a sua gestão e trazer os resultados efetivos”, destacou Duberney.

Nas fotos acima, a explanação de Duberney  e o Diretor Operacional em companhia do diretor administrativo da Pró-Saúde na Bahia, Carlos Alberto de Lima Pinto, do consultor Hailton Raymundo Santos, do gerente de Novos Negócios, Evandro Octávio Antunes e de Hamilton, Evandro e Maurício Dias, presidente da Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia (FESFBA)

 

Relação médico e paciente: uma dor pra se curar

A relação entre médico e paciente, apesar de sua complexidade e das influências externas – tais como o excesso de informações atualmente disponíveis sobre a saúde – pode ser aperfeiçoada. E a aproximação humana é um caminho. É o que propõe o médico Cesar Bortoluzo em seu artigo.

“O paciente, ou cliente, espera do médico que lhe apresente objetivamente uma causa para seu desconforto e uma solução concreta, material e, de preferência, simples, que lhe doa menos do que a doença. Nessa troca de informações e impressões entre os dois, há várias barreiras a criar possibilidades de desencontros e desfechos desagradáveis”, afirma.

Para o especialista em urologia e gestão de sistemas de saúde, devem ser consideradas as diferenças culturais que dificultam a compreensão da linguagem técnica. “Aprender a ‘língua do povo’ é mais fácil para o médico que, apesar de vir geralmente das elites culturais e econômicas, pode e deve se aproximar” defende Dr. Cesar. “Fazer o paciente e sua família entenderem a doença e o tratamento é o mais difícil, porque a escola o ensina a falar e pensar tecnicamente, para ter prestígio entre os pares, mais do que saber se comunicar com seu objeto de atenção, o paciente”, admite ele.

“Trabalhar a humanização do atendimento, o acolhimento dos pacientes, a receptividade às queixas do doente e da família e o conforto físico decente fazem parte de todos os processos de atenção à saúde, seja nos hospitais ou nos ambulatórios de atenção primária”, afirma.

Segundo Bortoluzo, “há condições objetivas a serem criadas, mantidas e aperfeiçoadas. Há, acima de tudo, a disposição de servir e a atitude de conseguir mais do que a cura, muitas vezes impossível, chegar ao maior objetivo da arte médica.”

Leia o artigo na íntegra: [prettyfilelink src=”http://prosaudetocantins.org/wp-content/uploads/2012/08/ARTIGO-Cesar-Bortoluzo.pdf” type=”pdf”]ARTIGO – Cesar Bortoluzo[/prettyfilelink]

César Bortoluzo, Médico Urologista graduado pela Faculdade de Medicina da USP, Especialista em Cirurgia Geral pelo Hospital das Clínicas-FMUSP, Especialista em Urologia pela Sociedade Brasileira de Urologia e Especialista em Gestão de Sistemas de Saúde pela Fundação Getúlio Varga (MBA) é Coordenador Médico e Responsável Técnico pelo Escritório Central da Pró-Saúde Tocantins.

 

Você sabe o que é botulismo?

A notícia de que uma família foi vítima de botulismo em Santa Fé do Sul, a 620 km de São Paulo, colocou em discussão a doença que hoje ocorre raramente, por conta  da refrigeração correta dos alimentos e do aumento de consumo de produtos industrializados.

Uma megaoperação da Polícia Militar paulista garantiu que o soro específico para botulismo fosse levado da capital ao interior, por helicóptero, a tempo de salvar Benedito José dos Santos, de 38 anos, Elisete Garcia, de 30, e os filhos Juliana Bruna, de 12, e Cristiano, de 9. Eles fora internados no último domingo com vômito, diarreia, dificuldade de locomoção e visão embaçada. E ainda aguardam a alta hospitalar.

Nesta quinta-feira, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo interditou um lote da marca de mortadela suspeita de ter contaminado a família, além de lote de milho enlatado. 

“Lavar as mãos antes de preparar os alimentos e evitar deixá-los expostos ao calor depois de abertos são cuidados simples que podem evitar a bactéria que causa o botulismo”, explicou o médico Danilo da Costa Duarte, infectologista do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, administrado pela Pró-Saúde, em entrevista ao jornal da TVE.   

“O mais importante é respeitar o prazo de validade dos produtos, principalmente depois de abertos. Produtos alimentícios artesanais devem ser consumidos depois de uma escolha criteriosa, com controle sanitário adequado”, afirmou o médico.

A entrevista vai ao ar nesta sexta-feira, 24 de agosto, em dois horários: às 12h30 e às 19 horas, pelo canal 6 da NET Jundiaí.

Você viu? Atendimento da Pró-Saúde em Cubatão conquista 97% de satisfação

O Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) do Hospital Municipal de Cubatão, administrado pela Pró-Saúde, divulgou os números da Pesquisa de Satisfação dos Clientes em relação aos serviços oferecidos na instituição, durante o mês de julho de 2012. Foram realizadas buscas ativa com os pacientes internados, coletando opiniões sobre atendimento assistencial médico, enfermagem, serviços de hotelaria – que englobam higienização, nutrição e manutenção- e, principalmente, humanização no atendimento.
 
As pesquisas são realizadas diariamente por colaboradores do SAC que visitam todos os clientes. Neste mês, o índice de satisfação dos serviços prestados ficou em 97%.
 
Reiterando o modelo de gestão pautado na transparência das ações, os dados são divulgados mensalmente com o objetivo de mostrar aos colaboradores, equipes médicas e a própria população que a instituição tem  como premissa desenvolver um trabalho profissional, consciente, seguro e de alta qualidade para a população de Cubatão. Prova disso são os títulos e selos recebidos pelo HMC como Acreditação Nível 1 da ONA, Hospital Amigo da Criança, Mercury Free, Hospital Best, entre outros.
 
Confira outras informações sobre o hospital, visitando o portal aqui do HMC.
 
 

Vale conferir: Pró-Saúde é premiada por gestão sustentável

A Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar foi um dos destaques do XXII Congresso Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de 2012. Durante o evento, realizado em Brasília entre os dias 21 e 23 de agosto, a Organização Social recebeu o Prêmio Nacional CMB de Sustentabilidade com Ênfase em Economia, em reconhecimento a iniciativas de gestão aplicadas no Hospital Municipal de Araucária (HMA), no Paraná, unidade de saúde sob sua administração.

Fundada em 1967, a Pró-Saúde é uma organização social especializada em administração hospitalar, com sede em São Paulo. Ao longo de 45 anos de experiência no setor, já teve seu trabalho reconhecido por meio de inúmeros outros prêmios e certificações oferecidos por organizações como a Associação Brasileira de Marketing em Saúde, revista Fornecedores Hospitalares, Unicef, Ministério da Saúde.

Concedido pela Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas, o Prêmio Nacional CMB de Sustentabilidade foi criado para reconhecer – nas categorias Social, Cultural e Econômica – ações que contribuam para a sustentabilidade no setor de Saúde, desenvolvidas pelas entidades confederadas, que administram a maior rede de assistência hospitalar do país. Visa, também, estimular as equipes das Santas Casas de Misericórdia a implantarem modelos de gestão sustentável.

Entrega do prêmio – Em cerimônia realizada no dia 22, no Centro de Convenções Brasil XXI, o Prêmio Nacional CMB de Sustentabilidade com Ênfase em Economia foi entregue ao diretor do HMA, Danilo Oliveira da Silva. “Este é o reconhecimento de um trabalho que iniciamos em 2009. O prêmio nos motiva a continuar acreditando que um hospital público, com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), pode conseguir outros resultados relevantes e que contribuam para a melhoria da eficácia na gestão hospitalar”, disse Danilo ao receber o prêmio.

Também presentes à cerimônia de entrega do Prêmio Nacional CMB de Sustentabilidade estavam o presidente da Pró-Saúde, Paulo Roberto Mergulhão; o superintendente da OS, Paulo Roberto Segatelli Camara; o diretor de Operações, Ronaldo Pasquarelli; e o diretor Jurídico, Josenir Teixeira.

Para Paulo Roberto Mergulhão, “a Pró-Saúde tem buscado, continuamente, qualidade para seus serviços e atendimentos, e esse prêmio representa o reconhecimento do nosso trabalho de qualidade em todos os sentidos; e contempla a gestão exemplar de uma de nossas unidades na conquista da sustentabilidade”.

Já Paulo Roberto Sagatelli Camara ressalta que “a missão e os valores da Pró-Saúde, pensados há 15 anos, já apontavam para a responsabilidade social; e acredito que hoje a Organização Social atingiu maturidade dentro do conceito da sustentabilidade. Ficamos muito felizes em ver o trabalho da Pró-Saúde reconhecido, e isso nos motiva ainda mais para novas conquistas focadas na sustentabilidade”.

Hospital Municipal de Araucária – Inaugurado em 2008, o HMA é administrado pela Pró-Saúde desde o início de suas atividades, época em que a Organização Social venceu o processo licitatório para a gestão da nova instituição de saúde do município. Todo o atendimento é feito por meio do SUS e a unidade conta com 110 leitos, divididos entre as diversas unidades de internação: clínica médica, cirúrgica, pediatria, ginecologia, obstetrícia e duas Unidades de Terapia Intensiva (adulto e neonatal/pediátrica).

Atualmente, o HMA é exemplo no atendimento hospitalar de baixa e média complexidade. É o único hospital público do Paraná com Acreditação de Excelência Nível 1 concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que certifica as instituições de saúde pela estrutura e segurança no atendimento ao paciente. O Hospital Municipal de Araucária tem média de satisfação de 97% dos usuários.

Na foto, o Presidente da CMB, José Reinaldo Nogueira de Oliveira Junior (à direita), entrega a premiação ao diretor do hospital parananense, Danilo Oliveira.

 

Hospital Tia Dedé faz semana de mobilização pelo aleitamento materno

 

O Hospital Materno Infantil Público Tia Dedé está promovendo uma mobilização para sensibilizar todos os funcionários do hospital sobre a importância do incentivo ao aleitamento na certificação Hospital Amigo da Criança (IHAC).  

A organização é da Enfermeira Alessandra Vasconcellos com o Núcleo de Educação Permanente e Comitê de Aleitamento Materno, integrado por uma equipe multidisciplinar e conta com o apoio da direção do Tia Dedé.

De 20 a  24 de agosto estão previstas palestras e esclarecimentos em todos os setores do hospital, com a presença dos grupos de multiplicadores em cada turno (manhã, tarde e noite) para dar orientações  aos colaboradores sobre o incentivo ao aleitamento materno.

O leite materno é um dos maiores aliados no combate à mortalidade infantil. Compartilhe os vídeos e materiais que possam contribuir com essa mobilização!

Leia também o artigo do Dr. Glauco sobre a amamentação como prática sustentável. Aqui.

Confira aqui campanha de amamentação 2012 do Ministério da Saúde. Ela visa incentivar às mães brasileiras a amamentar até os dois anos ou mais e de forma exclusiva até os sexto mês de vida do bebê. Com o slogan Amamentar hoje é pensar no futuro, as peças trazem a madrinha da campanha, Wanessa Camargo, amamentando o seu primeiro filho e com orientações para as mulheres sobre como amamentar e quais os benefícios dessa prática. 

 

 

 

Você viu? Hospital administrado pela Pró-Saúde no Pará comemora Acreditação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na última sexta-feira, o Hospital Regional do Baixo Amazonas, administrado pela Pró-Saúde, em Santarém, no Pará, recebeu o resultado da Auditoria de Manutenção do Certificado de Acreditação emitido pela ONA – Organização Nacional de Acreditação.

Nos dias 07, 08 e 09 de agosto, a equipe de auditores da Fundação Carlos Vanzolini fez uma avaliação de todos os serviços do HRBA e ao final dos trabalhos recomendou a Manutenção do Certificado de Acreditação Hospitalar – Nível I, obtido no início deste ano. 

“A Acreditação é um momento simbólico, porque o objetivo não é só o selo ou o relatório com a manutenção do certificado da Acreditação Nível I, II, ou III. Mas, todo o processo, porque é realmente uma ação transformadora” afirmou o Dr. Mário Madureira, Especialista em Administração Hospitalar e Gestão em Saúde, e membro da equipe avaliadora.

Para o Diretor Geral do HRBA, Hebert Moreschi, a conquista “só é possível com uma equipe profissional, competente e comprometida. Sem dúvida, quem colhe os frutos de todo esse trabalho é a nossa população. Agradeço e parabenizo a todos que fazem parte da Família HRBA”, concluiu.

Leia a íntegra no Blog do Hospital clicando aqui

Fonte: Assessoria de Comunicação Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará – Dr. Waldemar Penna 

Vale conferir: Pró-Saúde em Jundiaí usa o rádio para prevenir doenças

A Pró-Saúde em sua missão de promover soluções na área da saúde, orientando-se pelas necessidades dos clientes, também atua na prevenção de doenças por meio da comunicação com o público em diversos veículos. E a prestação desse serviço à população também faz parte da rotina dos  colaboradores do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo em Jundiái, São Paulo. 

Nos período de baixa umidade, quando aumentam os casos de desidratação, o pneumologista do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, Dr. Eduardo Leme, dá o exemplo, com as dicas aos ouvintes da Rádio Difusora sobre como prevenir problemas de saúde causados pelo tempo seco.  Uma Iniciativa que vale a pena compartilhar.

No Tocantins, também aumentam nessa época do ano as internações hospitalares, especialmente de crianças e idosos. Então vale conferir e curtir: 

[prettyfilelink src=”http://prosaudetocantins.org/wp-content/uploads/2012/08/Entrevista-Dr.-Eduardo-Leme.mp3″ type=””]Entrevista Dr. Eduardo Leme[/prettyfilelink]

Viste o portal do Hospital São Vicente de Paulo clicando aqui. 

 Fonte: Assessoria de Imprensa Hospital São Vicente

Você viu? Parceria da Pró-Saúde com prefeitura de Cubatão é sucesso na gestão hospitalar

 

Gincana para as mães na semana do aleitamento, projetos de humanização, de sustentabilidade e muitas inovações para atender bem os pacientes do SUS fazem parte da rotina do Hospital Municipal de Cubatão Dr. Luiz de Camargo da Fonseca e Silva, em São Paulo. Administrado há nove anos pela Pró-Saúde por meio de uma parceria com a Prefeitura Municipal, o hospital é considerado modelo e conquistou certificações e prêmios importantes para os cidadãos. 

Entre as principais, o reconhecimento do Ministério da Saúde, por intermédio da Organização Nacional de Acreditação (ONA), Acreditação Nível1; do Fundo das Nações para a Infância (Unicef), Hospital Amigo da Criança; e da Organização das Nações Unidas (ONU), por pertencer ao Pacto Global e publicar o Relatório de Sustentabilidade (Nível C), auditado pela entidade internacional GRI. 

Os principais avanços tecnológicos no período foram a informatização do hospital com criação da rede; reestruturação do centro cirúrgico; novos equipamentos para UTIs; modernização da lavanderia; instalação de controle de acesso no Centro Obstétrico/Maternidade e na Pediatria; e a aquisição de um tomógrafo computadorizado 3 D.

É o único hospital conveniado SUS na cidade, considerado de baixa e média complexidade, com mais de 30 especialidades. Foram realizados ao longo desses nove anos 75.516 internações; 200.201 atendimentos ambulatoriais; 29.257 cirurgias; 13.009 partos 2.678.123 exames de laboratório e oferecidas 2.751.131 refeições.

Vale conferir a opinião de alguns dos 35 mil pacientes atendidos por ano:

“O meu pai tem problema de visão, por indicação trouxe ele aqui e foi muito bem tratado. O hospital atende as minhas expectativas. As enfermeiras, médicos, todos que trabalham aqui me atendem muito bem, nota mil para o hospital, só tenho que agradecer”. Cirlei Aparecida da Silva

“ O atendimento sempre é bom e estou gostando, os médicos são muito bons e a expectativa é de que melhore cada vez mais”. Maria Nunes de Oliveira

“Fui muito bem cuidado. Os serviços são eficientes e rápidos. Após ser internado aqui realizei os exames na hora e já tenho os resultados. Os profissionais são ótimos e nos tratam como filhos. São ferramentas de Deus”. Mario Bispo dos Santos

 “Quero elogiar o atendimento da equipe da maternidade. Gostei muito da forma como somos recebidas”Letícia Santos Moura da Silva (foto)

Confira outras boas notícia aqui, no portal do Hospital Municipal de Cubatão.

 

 

Você viu? Pró-Saúde conquista selo de excelência para Central de Urgências de Mogi das Cruzes

 

A direção da Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar está comemorando mais uma conquista: uma unidade do SAMU, administrada pela nossa equipe em Mogi das Cruzes, São Paulo, acaba de receber do Ministério da Saúde um selo de excelência do socorro e atendimento emergencial. É a primeira unidade com Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Brasil a possuir esse selo em reconhecimento pela agilidade e qualidade do atendimento.

Em apenas dez meses de funcionamento, a Central de Urgências, Remoções e Emergências (Cure) de Mogi realizou 42.956 atendimentos. Outros itens analisados para a certificação foram o  tempo médio de resposta (de dois a três minutos), os motivos dos chamados, o atendimento informatizado e a assepsia de viaturas.

Além da satisfação pelo trabalho bem feito e que ajuda a salvar vidas, a gestão eficiente da organização social sem fins lucrativos garantiu mais recursos para a saúde da população da cidade. É que por conta da certificação, o município vai receber um aumento do repasse do governo federal: dos atuais R$ 166 mil para R$ 270 mil mensais. “Trata-se de uma conquista para o Município de Mogi das Cruzes que merece ser compartilhada com os companheiros de todos os estados” comemora o Diretor Operacional Humberto Caetano, responsável por outras unidades hospitalares administradas pela Pró-Saúde em São Paulo. 

Confira aqui, aqui e aqui  mais notícias sobre essa certificação, publicadas na imprensa de Mogi das Cruzes.